quinta-feira, fevereiro 09, 2006

CARLOS SARAIVA PINTO



CARLOS SARAIVA PINTO (n.1952) é autor de "O Viajante Transitório" (Edições Tema, 1997) e "Escrever foi um engano" (O Correio dos Navios, 2000) onde fui roubar este poema.




a mulher que me deu mais prazer
perdi-a um dia.

às vezes via a sua magreza
através da elegância das saias.

eu conhecia os relicários dos santos
os seus ossos distribuídos por
gavetas de prata
e sabia que um relógio
cria no cão pequeno
a ilusão do bater do coração da mãe.

o que eu beijava nessa mulher
era a sua respiração
o ar da sua santidade
que lhe impulsionava as ancas.

e ao seu lado eu dormia
como um cão enrolado
ouvindo o bater do coração.

14 comentários:

triciclofeliz disse...

magnífico.
obrigada : )

Rui Lage disse...

Eu acrescentaria ainda: magnífico.

Anónimo disse...

SENSACIONALISSIMO

Anónimo disse...

Mete «coração» como nos poemas da malta dos tolentinos ... é
magnífico.

RAA disse...

Grande poema.

Desmancha-Prazeres disse...

Fica a partir de agora proibido utilizar a palavra "coração" em literatura. Saibam os prevaricadores que com isso incorrem na desaprovaçao do anónimo que acima se pronunciou.
Pede-se ao anónimo que forneça por favor a lista completa de palavras consideradas pouco poéticas, para que os vates se possam actualizar em termos de léxico. Eu proponhoque se exclua também a palavra "ninfa" e a palavra "repolho".

Anónimo disse...

Hallo I absolutely adore your site. You have beautiful graphics I have ever seen.
»

Anónimo disse...

Great site lots of usefull infomation here.
»

Anónimo disse...

I'm impressed with your site, very nice graphics!
»

Anónimo disse...

What a great site, how do you build such a cool site, its excellent.
»

Anónimo disse...

I say briefly: Best! Useful information. Good job guys.
»

Anónimo disse...

Hi! Just want to say what a nice site. Bye, see you soon.
»

Anónimo disse...

Very best site. Keep working. Will return in the near future.
»

Anónimo disse...

I'm impressed with your site, very nice graphics!
»